[Resenha] Coração de Tinta - Cornelia Funke.

17:11

De todos os livros já lidos por mim durante este ano, posso afirmar com convicção que "Coração de Tinta" foi o que mais me agradou. 
O autor desenvolve uma certa intimidade com o leitor logo no primeiro capítulo, o que o torna viciante e desperta a curiosidade a cada nova frase lida.
Sem spoilers e de modo resumido, o livro começa com Mo, um simples encadernador de livros, colocando Meggie, sua filha de doze anos de idade, para dormir e nesta mesma cena a autora já apresenta a enorme importância que ambos os personagens dão aos livros e a leitura.
Nesta mesma noite, Meggie levanta-se após não conseguir dormir e vai até a janela de seu quarto observar as gotos de chuva que batiam em sua janela. Lá fora, ela vê um homem cujo rosto é marcado por cicatrizes parado em frente á sua porta.
Mo fica inquieto com o visitante cujo qual se intitula Dedo Empoeirado e Meggie percebe que algo esta errado perante as ações nervosas do pai na presença do visitante.
Quando Dedo Empoeirado cita algo sobre um certo livro, uma aldeia, um homem chamado Capricórnio e sobre eles terem que fugir, a autora faz com que o autor fique tão confuso quanto Meggie enquanto todos estão indo para a casa de Elinor, uma tia distante e de longe, minha personagem favorita. Afinal, como não amar uma louca por livros como eu?
A partir desta viagem, os diálogos ocorrem mais rápidos e uma série de acontecimentos fazem Meggie descobrir que Mo possuiu um poder que pode tanto ser magnifico, quanto pode destruir a vida de várias pessoas, inclusive a deles.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

1 comentários

  1. Eu sou simplesmente apaixonada por esse livro, e super me identifico com o Mo, a Meggie e a Elinor (meu sonho: uma biblioteca como a dela).

    Enfim, ótima resenha, parabéns.

    Indiquei seu blog para uma tag:
    http://admiravelmundoinventado.blogspot.com.br/2016/07/vem-ca-eu-te-conheco-entao-vamos-nos.html

    Espero que você goste.
    Beijos!

    ResponderExcluir

@blogunicornioliterario