[RESENHA] Alpha - O início. - Isaque Ribeiro.

15:20

Dimitri, apesar de jovem, nunca se apaixonou. Seu coração nunca bateu aceleradamente por uma garota, seu corpo nunca antes se acendera com a breve menção do nome de alguém, e ele jamais se tornou dependente da voz e do perfume de qualquer outro indivíduo. Isto é, até chegar a cidade Brașov, na Romênia.
Quando era apenas um garoto, Dimitri teve que assistir sua mãe fugir durante a noite enquanto seu próprio pai a ameaçava de morte caso não saísse da cidade. Entretanto, anos depois, o garoto decide ir a procura de sua mãe após seu pai ser morto por um grupo de bruxas das quais caçava.
Com a ajuda de Victória, sua única tia, Dimitri descobre que sua mãe está escondida em Brașov, uma cidade distante onde ninguém a conhece ou sabe de seu passado. Ao chegar a cidade, o jovem vai direto ao endereço informado e se depara com uma jovem, Sophia, que logo descobre ser sua prima, filha de Victória, que foi obrigada a fugir com sua tia para sua própria segurança.
Depois de matar as saudades e relembrar as velhas memórias com sua mãe, Dimitri acompanha Sophia até a livraria que pertence a elas e que, assim que chegou, foi integrado a equipe.  
Em seu primeiro dia de trabalho, Dimitri conhece Emilly, amiga de Sophia e que será sua futura colega de trabalho; ele também descobre que sua prima tem uma queda por Bernard, um veterinário que trabalha em uma clinica ao lado da biblioteca. O jovem também conhece Tayla, uma veterinária colega de Bernard, que fez seu coração acelerar assim que entrou em seu campo de visão.
Tayla é uma jovem resolvida e de bem consigo mesmo. Apesar das diversas investidas e cantadas que recebe diariamente, nunca encontrou alguém que a valorizasse e que a levasse a sério de verdade. Mas então, durante o que se parecia ser mais um dia monótono e sem expectativas, ela conhece Dimitri. Doce, gentil e incrivelmente carismático, o jovem conseguiu prender sua atenção e seu coração em apenas poucos minutos.
Com o passar do tempo, Dimitri e Tayla se aproximam cada vez mais até que a jovem decide convida-lo para sair; no fim da noite, levados pelo calor do momento, Tayla o convida para passar a noite. Entretanto, no dia seguinte, sente que cometeu um erro e que acabou passando a mensagem errada para Dimitri sobre seu respeito. Constrangida, ela foge para casa de sua irmã e se refugia enquanto pensa sobre o que fazer em relação a noite de amor que teve com ele. 
Essa decisão acaba os afastando, pois Dimitri pensa que está sendo ignorado pela moça, e isso desperta a atenção de Emilly, que sente-se segura para dar em cima dele. Tayla decide voltar para casa e conversar com Dimitri, mas assim que entra na biblioteca para conversar com o rapaz, ela o pega beijando Emilly - e isso faz com que o resquício de esperança que tinha de um futuro relacionamento entre eles acontecer,  se dispersa.
Um futuro incerto e cheio de incertezas os aguardam. Será que ambos serão capazes e pacientes o suficiente para levarem este amor adiante? Ou se deixarão levar pelas incertezas e tramenhas do destino? 
Apesar do enredo envolvente e de alguns finais trágicos que realmente me instigaram a ir até o final da leitura, o livro trás algumas características que não condizem com o ano em que a história se passa - 1998. 
Um dos exemplos que posso citar é sobre o livro ''A última música'', de Nicholas Sparks, do qual Dimitri recomenda á Tayla; ele foi lançado em 2009, e sua adaptação cinematográfica, que foi assistida pelo casal logo depois, foi lançada apenas em 2010, ou seja, 12 anos após a data que foi citada no livro.
A primeira característica que me chamou a atenção no livro foi a ''Sociedade Kolíns'', criada pelo autor. Ela é , basicamente, uma espécie de grupos ''justiceiros'' (mas que justiceiros não tem nada) responsáveis por caçar e aniquilar bruxas. 
A leitura é leve, e não há palavras de baixo calão. Ou seja: permitido para todas as idades!

Adquira já seu exemplar: Angels Publishing | Direto com o autor.

Confira o book trailer:

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

28 comentários

  1. Obrigado pela RESENHA Sincera! Adorei... Quanto ao erro das datas que não coincidem, eu já corrigi em meu arquivo e quando sair a 2ª Edição do Livro não conterá mais esta Divergência.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Adorei, adoreeeeiiii! Logo no começo, já contei umas reviravoltas bem loucas, né? Quero. ♥ Agradeço por pelo menos um livro não ter palavras de baixo calão, porque fala sério... A maioria dos livros, hoje em dia, parece que TEM que conter palavrões, seja em qualquer contexto. D: Adorei sua resenha!!

    Um beijo enorrrme. ♥
    Blog Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, há alguns autores que extrapolam nos palavrões :X
      Que bom que gostou <3

      Excluir
  3. Nossa, já quero ler esse livro <3
    http://casadaosdezoito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ia tudo bem, até você citar um erro grotesco de cronologia. Gente, a primeira coisa necessária na escrita de um livro é pesquisa. Esse é um erro tão violento que esse eu vou passar. Mas como sempre, as resenhas são ótimas.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo! Mas a segunda edição irá ser editada e corrigida ♥

      Excluir
  5. Olá!
    Confesso que não me interessei muito pela obra. Estou correndo de livros desse gênero, preferindo uma distopia ou ficção científica.

    www.loucurasaovento.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recomendo a série ''Novas Espécies'', da Laurann Dohner! A melhor série de todos os tempo do gênero ficção científica (na minha humilde opinião, é claro).

      Excluir
  6. Fiquei curiosa para saber o final, rs Adorei sua resenha, vou procurar este livro por aqui, gosto de histórias em que o fim não é como esperamos rs

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Adorei a sua resenha... não é o tipo de livro que gosto, mas confesso que esse Dimitri me deixou intrigada. Tenho duas resenhas no meu blog também, se quiser ler, ó:
    http://digagisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou dar uma passadinha lá! Pode deixar <3

      Excluir
  9. Final trágico? Eu gosto :). Gosto de contos que não terminam exatamente como esperávamos. As vezes é triste, mas sempre tem acontecimentos que prendem a gente. Parabéns pelo blog. E.. o seu logo de Unicórnio é lindo *-*. Bjão.

    ResponderExcluir
  10. Este livro e lembrou um pouco de Danielle Steel, que te indico viu? Gostei tanto desta resenha, que vou procurar na biblioteca aqui do meu bairro.

    ResponderExcluir
  11. Olá! Confesso que sou daquelas pessoas que preferem o final foto, o típico felizes para sempre, mas também sou super a favor daquela história que foge do clichê e nos surpreende. Parabéns pelo post
    Beijos
    www.hashtagtecontei.com.br

    ResponderExcluir
  12. Que legal, ja desde o começa o livro e bem interessante, a fuga e depois a busca pelo passado é bem intrigante, gostei da sua resenha. Super beijo da Luma

    ResponderExcluir
  13. Eu já SUPER necessito desse livro, sou apaixonada por histórias desse sentido <3
    Amei e com certeza vou adquirir assim que terminar minha comprinha de 6 livros kkk.
    Parabéns e sou apaixonada pelo seu blog <3
    Beijinhus e sucesso!

    www.segredosdajuhcosta.com

    ResponderExcluir
  14. Adorei a resenha super bem escrita! Adoro ler historias que tem tragedias no meio kkk. Fiquei bem curiosa pela leitura!
    Beijos

    www.agentejunto.com.br

    ResponderExcluir
  15. Já li o livro e fiquei fascinada, achei a historia muito empolgante, da vontade ler tudo no mesmo dia.
    Ótima resenha. Beijoos ♥

    ResponderExcluir
  16. Gostei da sinopse do livro, mas não acho que lerei em um futuro próximo. Ri muito de o autor ter citado A Ultima Música no livro e se passar em 1998 KKKKKKKKKK Que mancada do autor, hein. Só se foram pro futuro e não te informaram! Adorei a resenha!
    Segue meu blog de volta? Estou tentando alcançar meta de 100 seguidores? http://www.horadaleituraa.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Adorei a resenha, fiquei bem curiosa para ler!

    Beijos,

    ResponderExcluir
  18. Achei meio tenso essa história de caçar bruxas D: mas como você disse que a leitura é leve, fiquei curiosa.
    E a capa do livro é linda!! Beijos
    http://sereublog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou in love com a capa♥ Haha
      O livro não é tão ''sombrio'' quanto parece! Espero que goste ♥

      Excluir

@blogunicornioliterario