[RESENHA] A Jovem Alessia - Louise Bennett

15:08

Passando-se no século XVlll, o livro conta a história de Alessia e Marcus. 
Alessia é uma jovem de 16 anos, filha de um conde e de origem nobre, a garota está destinada a um futuro confortável e estável. Apesar de seu pai ser um homem rico, a garota fora privada pelo menos de receber educação básica - como ler e escrever-, assim como também lhe tirou o direito de receber seu amor paterno. O motivo? O homem a culpa pela morte de sua esposa, que morreu durante seu parto. Agora, vivendo em luto eterno, ele se reclusa em seu escritório e priva a própria filha a ter uma vida digna. 
Marcus não possui um título de nobreza, mas apesar disso, seu coração é nobre como o de um monge. Ele é o guarda principal do Rei, cujo qual o tem como um filho.
Em uma das raras ocasiões em que Emilie, dama de companhia de Alessia, consegue levar a mesma a sair de casa e ir até o mercado comprar tecidos, a jovem fica encantada ao ver Marcus. Seus olhos, cabelos e até mesmo seu discreto sorriso enquanto conversava com um amigo foram sua perdição - ela estava apaixonada. Para sua surpresa, o cavalheiro pareceu se interessar por ela, mas em um pequeno ataque de panico, causado pelo fato de nunca ter sido abordada por um homem antes, e acaba fugindo. 
Apesar do desencontro, Alessia e Marcus não conseguem tirar um ao outro do pensamento, imaginando-se juntos e de como seria se eventualmente se encontrassem. E eis que os dois veem a chance perfeita para que isso aconteça quando, semanas mais tarde, Alessia é convidada pela princesa Anna, da qual mantém uma amizade firme, para participar de um baile que ocorrerá em comemoração a seu aniversário. 
Apesar de ansiosos para verem-se novamente, tanto Alessia quando Marcus sabem que um futura união entre ambos é praticamente impossível, já que pertencem a classes sociais diferentes; o que, naquela época, era algo inaceitável. 
A partir dai, ambos tentam encontrar uma saída para que possam ficar juntos, sem que sofram julgamentos e tenham seus sentimentos reprimidos.


Sendo o primeiro livro que li da autora, devo dizer que foi ótimo poder estrear meu conhecimento sobre a mesma com este livro; os personagens são encantadores, doces e possuem aquele Q de mistério capaz de instigar qualquer leitor a continuar a leitura - até mesmo aqueles que não gostam do gênero.
Alessia, assim como citado acima, é simplesmente a protagonista mais doce que já conheci. Apesar de ter sido privada da companhia da mãe desde o nascer, e ser mantida em prisão domiciliar por seu pai - que, por sinal, não ganhará o prêmio de melhor pai do ano tão cedo-, ela conseguiu se tornar alguém livre de amarguras e julgamentos

"Alessia era uma mulher incomum. Em nada lembrava as fúteis, bajuladas e sofisticadas damas da corte. Ela era uma moça delicada, porém de temperamento forte."

Marcus é o que podemos chamar de ''eterno apaixonado''. Apesar de ser um homem formado, ele não perde seu tempo cortejando mulheres apenas por o fazer; ele guarda seu coração e energia para a mulher que um dia fizer seu estomago revirar - e é exatamente isso que acontece assim que vê Alessia. Romântico, galanteador, educado, gentil e fiel - é preciso pedir mais?
Uma característica que me agradou muito no livro, foi a inversão de papéis; normalmente, quando o par romântico tem como barreira para seu relacionamento a diferença para classes sociais, é sempre o homem que está nas classes mais altas, liderando um império, e a mulher é a ''pobre coitada'' que depende do mesmo para sobreviver. Neste livro, as coisas não são nada parecidas com este breve resumo clichê que descrevi. Alessia é uma garota nobre, enquanto Marcus é apenas um dos guardas do Rei e, apesar de ser de grande confiança, isto ainda torna o destino de ambos cada vez mais distintos. 

Os aspectos gráficos do livro são algo impossível de se ignorar! Desde o tamanho e escolha da fonte usada, até as ilustrações do lado inferior das folhas, tudo fora pensado com carinho para atender e agradar aos leitores.



Adquira já seu exemplar: Amazon (e-book) | Loja da Autora (físico).

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

14 comentários

  1. Olá,

    Eu ainda não tive a oportunidade de ler romances de época. Porem amo romances e me encantei com o enredo desse livro. Adorei saber que ele foge das regras( sempre o homem é o que possui poder aquisitivo) e isso despertou mais o meu interesse em ler. Vou colocar na minha listinha de aquisições.
    A resenha está ótima.

    Beijos Bella
    The House of Stories!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, que bom que dará uma chance ao livro! Não irá se arrepender XD
      Obrigada ♥ Beijos!

      Excluir
  2. Bom dia
    Adorei a resenha eu ainda não conhecia este livro, mas adorei a história.
    Parabéns pelo o blog.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oiii, tudo bem?
    Eu já conhecia o livro e tenho um bloquinho e lápis dele, estou bastante animada para realizar a leitura quando eu tiver oportunidade, ótima resenha.
    Beijinhos da Morgs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada <3 Espero que aprecie tanto quanto eu XD
      Beijinhos!

      Excluir
  4. Confesso que não sou fã de livros do gênero haha Mas adorei a resenha, só senti falta de alguns quotes do livro, na minha opinião desperta mais o interesse de quem esta lendo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, irei tentar incluir quotes nas resenhas futuras ♥

      Excluir
  5. Oie

    Adoro romances de época e esse ainda não conhecia.
    Gostei do fato de ser a mocinha a nobre e não o homem, faz toda diferença mesmo.
    E fiquei encantada com as ilustrações nas folhas, ficou muito delicado.
    Anotei a dica e vou ler!

    bjs
    Fernanda Y.

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Desconhecia o livro, mas de cara já fiquei bem interessada em saber como esse romance entre Marcus e Alessia irá se desenvolver diante da situação em que vivem e se o rei estará de acordo com isso.
    Gosto bastante de romances de época e fico feliz que o livro de sua estréia na escrita da autora tenha sido tão satisfatório.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Concordo com você, geralmente, na questão de classe, o homem é o rico que manda no universo e a mulher é pobre, achei isso um diferencial.

    ResponderExcluir
  8. Oiii
    Primeiro: que edição mais fofa! Eu sou dessas leitoras que se encanta tanto pela história quanto pelos detalhes da edição. rsrsr Amei os detalhes nas páginas.
    Amo romance épico! A gente conhece muito mais sobre o tempo, a cultura entre outras coisas além da própria estória entre o casal.
    Amei.
    Bjoo

    ResponderExcluir
  9. Olá, por mais que esse não seja meu gênero favorito, o livro me despertou curiosidade e o enredo do livro é ótimo. ♥

    ResponderExcluir