[Resenha] O beijo da morte - Judie Castilho

21:29

O Beijo da morte é o primeiro livro da série Sob a luz das galaxias, da autora Judie Castilho

Haysla e Violyt são o que chamam de mestiças. Elas não são terráqueas, mas também não são ordeanas,elas são apenas... elas. E este é o problema. Em um planeta onde várias espécies dos mais inimagináveis planetas (esse expressão existe?) vivem, essas duas adolescentes, antes consideradas Deusas e populares na Terra, agora são apenas meras estudantes vindas de um planeta desconhecido e menos evoluído.
Haysla se mostra uma garota confiante e de nariz em pé, que não aceita nada menos que ser notada - ou pelo menos, é o que deixa transparecer. Ela tenta passar toda sua energia positiva e sua segurança para Violyt, que está mais do que nervosa em seu primeiro dia na nova escola interplanetária; mal imagina que quem precisará de energia, é ela própria.
Ao contrário da Terra, onde é fácil definir o país de origem de um indivíduo se baseando em sua imagem, na Uni Uni -o novo local de aprendizado de ambas- isso era, no mínimo, 100 vezes mais estressante! Alguém com a pele clara e olhos castanhos poderia pertencer ao planeta x, mas se alguém com as mesmas características possuísse os olhos azuis, seu planeta de origem seria outro. Cada ''raça'', por assim dizer, possui níveis de inteligencia, raciocínio e poderes com graus diferentes, variando entre 1 á 10; dentre eles, o da comunicação pela mente.
Em seu primeiro dia na Uni Uni, Haysla se depara com o homem mais bonito que já vira na vida; bronzeado, alto e cabelos castanhos. Este poderia ser um daqueles momentos perfeitos onde os protagonistas se encontram e se apaixonam; e realmente poderia, se o "homem perfeito" não tivesse feito Haysla quase rolar escadaria abaixo e a deixado pe da vida com o moreno misterioso - mas, ainda sim, atraída por ele.
Em todo romance sempre há algo que impede a aproximação dos protagonistas, e a escritora se empenhou bem ao criar o obstáculo deste casal.
Benjamin Thriskow - nosso moreno gostoso misterioso-  é um Eklyesiáqueo e, assim como qualquer um de sua espécie, ele possuí veneno. Assim como uma planta que possui veneno, o simples encostar na pele de um Eklyesiáqueo pode ser fatal. Algumas pessoas são tolerantes , enquanto outros contém a pele e/ou organismo intolerante á seu veneno.
Após um exame de coleta de sangue, Haysla descobre que sua pele tolera o veneno, enquanto seu organismo o rejeita; o que significa que um beijo entre eles seria, literalmente, o beijo da morte.

“Tentarei ser feliz.” Virando-se para olhar Benjamin por mais uma vez, Haysla mentalizou, já a uma certa distância, “Mas nunca deixarei de te amar. Enquanto meu coração pulsar, pulsará por você.”

Sou um tanto suspeita para opinar sobre este livro, pois tudo que envolve fantasia me fascina e me prende de um modo que nem eu mesma consigo explicar, mas este livro superou todas as minhas expectativas! 

Além de criar um mundo totalmente diferente onde várias espécies e planetas existem, a autora conseguiu estabelecer tamanha intimidade com o leitor que me senti quase como uma ordeana - agora só preciso aprender a me comunicar pela mente. 
Judie conseguiu criar o triangulo amoroso mais doloroso do universo: uma garota e dois homens igualmente envolvente e atenciosos; é impossível torcer por apenas um.

Curioso? Então adquira o livro em formato eBook (clique aqui para comprar) e se divirta - e sofra - com o primeiro livro de Sob a luz das galáxias, de Judie Castilho.
Adquira já em formato físico: Pag Seguro.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

3 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. A Judie é simplesmente incrível! O livro é maravilhoso! Extramente apaixonante! tanto que estou dividida com minha paixão pelos protagonistas rsrs... Os dois são incríveis e a Haysla é uma verdadeira mala sem alça sortuda! Quer dizer, nem tão sortuda assim, tadinha... :/
    Super recomendo o livro, é um dos melhores que já li!! <3

    ResponderExcluir
  3. Amo essa resenha... Já te disse antes, mas deixo registrado aqui. Obrigada!!!!! 😍😍😍😍😍😍😍😍

    ResponderExcluir

@blogunicornioliterario